Brasil, 24 de julho de 2017  
Home arrow Bromélias Versão em inglês do website

Home
Paraíso
Planalto
Cactos
Bromélias
Bromelia
Dyckia
Encholirium
Orthophytum
Contate-nos
Links Importantes
Notícias
Artigos

Especial
Cadastre um Weblink
Canal do Editor

Últimas Notícias
Nas montanhas ao longo do Velho Chico
De San Carlos de Bariloche aos pampas gaúchos
Os Discocactus e os Urubus
De Posse a Barreiras
Caverna de Terra Ronca, o Cerrado e os Cactos

Pesquisa

As Bromélias do Planalto  
Página 1 de 4

Conhecendo os "Gravatás”

Desde 1973, quando iniciamos nossos trabalhos taxonômicos com os Cactos, fomos circunstancialmente envolvidos  com as Bromeliáceas, pois quase sempre são plantas que dividem os mesmos habitat.
Hoje, desenvolvemos busca intensiva das bromélias do Cerrado, onde nos seus diferentes ecossistemas vivem centenas de espécies endêmicas.
Durante esses anos, testemunhamos a destruição de vários habitat dessa família no Bioma Cerrado e, com o desmatamento indiscriminado, uma prática incontrolável e em acelerado avanço, é certo que dezenas de espécies já foram extintas e outras correm também risco iminente.

No Cerrado, as Bromélias remanescentes do desmatamento e do fogo, são sistematicamente destruídas pelos agricultores que não suportam seus espinhos e assim, várias espécies desconhecidas pela ciência, estão sendo extintas antes mesmo de serem conhecidas.

Bromelia sp. E-507



Todas as imagens, informações e marcas registradas exibidos neste site são propriedade de seus detentores legais. As opiniões expressas em artigos e comentários são de responsabilidade dos respectivos autores e podem não refletir a opinião deste site.
Cactos.com.br © 2001 - 2004 All rights reserved.


text