Brasil, 28 de novembro de 2014 ;CACTOS, BROMÉLIAS E A NATUREZA DO BRASIL  
Home Versão em inglês do website

Home
Paraíso
Planalto
Cactos
Bromélias
Contate-nos
Links Importantes
Notícias
Artigos

Especial
Cadastre um Weblink
Canal do Editor

Últimas Notícias
Nas montanhas ao longo do Velho Chico
De San Carlos de Bariloche aos pampas gaúchos
Os Discocactus e os Urubus
De Posse a Barreiras
Caverna de Terra Ronca, o Cerrado e os Cactos

Pesquisa
O que você achou do nosso Portal ?
Ótimo
Bom
Regular
  
Qual assunto você gostaria de ver incluído neste portal?
Cultivo de cactos
Pantanal
Bromélias: cultivo e cuidados
  

Bem-vindo!

O Paraíso é um Portal dedicado ao estudo dos Cactos do Brasil e da natureza em geral, na região do Planalto brasileiro.
Nosso objetivo é identificar as espécies remanescentes nos Biomas Cerrado e Caatinga e, também, o estudo das Bromeliáceas endêmicas na região, enfocando principalmente os gêneros Bromelia, Encholirium, Dyckia e Orthophytum.

Leia também as notícias sobre nossas últimas publicações e outros importantes artigos e causos.

Você tem outras sugestões? Nos dê sua opinião!
Por favor, recomende nosso Portal a todos seus amigos que amam os Cactos, as Bromélias e a Natureza em geral.

Muito obrigado por visitar O Paraíso e esperamos, em breve, recebê-lo novamente.

Sucesso da semana

Frailea schylinzkiana ssp. concepcionensis


Cactos, bromélias e o misticismo no nordeste goiano  

Chapada dos Veadeiros, uma região mística, no topo de Goiás, numa época em que o Cerrado ainda permanecia exuberante. Nas altas montanhas, entre cactos e bromélias, ufologistas aguardavam pelos Discos voadores.


Leia Leia mais...
Mula-sem-cabeça no sertão de Minas Gerais  

A Mula-sem-cabeça é mulé de padre que foi amardiçuada

Já era noite quando paramos em Serra das Araras para uma rápida refeição. Na janela do bar, mulheres espremiam-se, entre o vão, para ouvirem os homens com seus causos sobre Mulas-sem-cabeças: “Na corésma, o compadre Janico ouviu o tropel da mulona na subida da serra do xique-xique”. Outro, interrompendo, afirmou: “Oia, sô, ano passado eu táva na incruziada da lagoa, antonce, eu vi a mardita”.


Leia Leia mais...
Todas as imagens, informações e marcas registradas exibidos neste site são propriedade de seus detentores legais. As opiniões expressas em artigos e comentários são de responsabilidade dos respectivos autores e podem não refletir a opinião deste site.
Cactos.com.br © 2001 - 2004 All rights reserved.


text